Bem vindo à Clínica DE Psicologia Cognitiva

(11) 4108-2888

(11) 94862-2916

Sem categoria

Comments: Nenhum comentário

Após alguns dias de férias, é hora de retornar ao trabalho. Trânsito, horário, obrigações, reuniões, prazos, rotina. Há uma mudança drástica de cenário. De repente a pessoa começa a se sentir ansiosa, angustiada e até dormir parece ficar mais difícil quando as lembranças de dias mais tranquilos e sem compromissos ainda está fresca em nossa cabeça.

Com raríssimas excessões, todos nós sentimos o peso do retorno à rotina de trabalho. Porém há alguns que sofrem mais que os outros. Uma pesquisa da Internacional Stress Management Association (ISMA) no Brasil, revelou que 23% dos trabalhadores brasileiros são acometidos da Síndrome Pós Férias, popularmente conhecida por Depressão Pós Férias.

Diferentemente da tristeza que acomete os trabalhadores após algum tempo de férias, os sintomas da Síndrome Pós Férias podem se estender por até 14 dias após o retorno às atividades laborais. Os principais sinais e sintomas que acometem aqueles que sofrem da Síndrome Pós Férias são:

⁃ Dores musculares,

⁃ Dores de cabeça,

⁃ Cansaço,

⁃ Problemas gastrointestinais,

⁃ Insônia,

⁃ Irritabilidade,

⁃ Angústia,

⁃ Ansiedade.

Não tem jeito! Não há como passar a vida viajando e de férias, infelizmente. Voltar à rotina e ao trabalho é preciso. Podemos tornar esse momento menos estressante e sofrido com algumas atitudes simples:

⁃ Procure dividir suas férias em períodos mais curtos e mais frequentes ao longo do ano;

⁃ Procure retornar de viagem pelo menos dois dias antes de retornar ao trabalho, para ir se readaptando à vida normal;

⁃ Retome os hábitos saudáveis. Na maioria das vezes, durante as férias, acabamos relaxando com nossa alimentação, rotina de atividade física e sono. Isso acaba desregulando nosso organismo e nos deixando mais vulneráveis;

⁃ Veja o lado bom de voltar. “Não existe lugar como nosso lar!” Dormir no seu travesseiro, rever seu cachorro, sua família, sua comida!;

⁃ Comece a planejar a próxima! Ahahaha Essa é uma forma de você se desapegar um pouco do passado. Segundo um estudo publicado pelo Applied Research in Quality of Life, o simples fato de programar uma viagem pode aumentar a felicidade de uma pessoa.

Se os sintomas persistirem por mais de duas semanas, então isso pode ser indício de problemas anteriores pré-existentes: insatisfação com a atividade desempenhada, com o ambiente de trabalho, desmotivação, falta de perspectivas. Nesse caso, procure ajuda de um profissional capacitado para auxiliar na solução das dificuldades.

Daniela Nanni
Psicóloga Cognitivo Comportamental

Compartilhar
Deixe uma resposta

Veja Mais