Bem vindo à Clínica DE Psicologia Cognitiva

(11) 4108-2888

(11) 94862-2916

Terapia Cognitivo-Comportamental

 

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) envolve um conjunto de técnicas e estratégias terapêuticas para lidar com o sofrimento, compreendendo os problemas e identificando novas formas de enfrentá-los. Visa diminuir a angústia que está relacionada com a distorção cognitiva (erros de processamento de ideias, dos pensamentos). A TCC tem como princípio básico, as representações de eventos internos e externos como determinantes das nossas respostas emocionais e comportamentais, e atua com a reinterpretação dos elementos que geram emoções negativas, pois parte da premissa de que não é uma situação que determina emoções e comportamentos, mas antes, as nossas cognições ou interpretações a respeito dessa situação.

 

Em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) busca-se a reestruturação cognitiva, a fim de promover mudanças nas emoções e comportamentos. Baseia-se na noção de esquemas, construídos ao longo do desenvolvimento, cujo conjunto resume as percepções pelo indivíduo de regularidades da realidade, a partir de suas experiências históricas relevantes. Os esquemas são definidos como superestruturas cognitivas que, em uma relação circular, organizam nossas experiências do real e são atualizados por elas, ao mesmo tempo em que guiam o foco de nossa atenção. Esse modelo de terapia propõe simplificadamente que a maneira como representamos a realidade ativa motivações, emoções e processos cognitivos associados que, por sua vez, refletem nas nossas ações, pois, a partir das nossas vivências, formamos diferentes estruturas de significados (crenças/esquemas) que influenciam a maneira como interpretamos a realidade. A TCC coloca os esquemas disfuncionais como resultantes da nossa história de vida e a modificação destes esquemas resulta em mudanças no humor e comportamento.

 

Adota uma abordagem estruturada, mas apoia-se em uma relação colaborativa entre o terapeuta e o paciente, na qual ambos têm um papel ativo através do processo psicoterápico. Nesse processo, é fundamental a construção dessa relação entre terapeuta e paciente que permita o desenvolvimento de habilidades cognitivas, fundamentais para um processo terapêutico efetivo. Objetiva não apenas a resolução dos problemas imediatos do paciente, mas, através da reestruturação cognitiva, busca dotá-lo de um novo conjunto de técnicas e estratégias cognitivas para, a partir daí, processar e responder ao real de forma funcional, sendo o funcional definido como formas que concorrem para a realização de suas metas.

 

A Terapia Cognitivo-Comportamental tem como importantes características o tempo curto para os resultados almejados e a eficácia comprovada através de estudos empíricos, em várias áreas de transtornos emocionais, como depressão, transtornos de ansiedade (transtorno de ansiedade generalizada, fobias, pânico, hipocondria, transtorno obsessivo-compulsivo), dependência química, transtornos alimentares, dificuldades interpessoais (terapia de casal e de família), transtornos psiquiátricos, etc., para adultos, crianças e adolescentes.

 

Por Elayne Oliveira